Ao meu redor

 
 

Uma noite que tinha tudo pra dar certo, até que o King Kong apareceu!!

Se tem uma coisa que eu não abro mão de fazer no Carnaval é ver a minha Acadêmicos do Salgueiro desfilar, cresci fazendo isso e planejo continuar até morrer, literalmente! Ontem à noite não foi diferente.

Por quase uma hora me deslumbrei com aminha Escola na Avenida do Samba, o desfile perfeito, as fantasias mais leves (nem por isso menos luxuosa) e os carros alegóricos gigantescos, aliás, ai começou o nosso problema. Todos esperavam o tão falado carro do King Kong no relógio da Central do Brasil, mas quando chegou a hora dele entrar em cena: emperrou!

“O Rio no Cinema” cantado brilhantemente pelo querido intérprete Quinho e levado pela Furiosa bateria (este ano vestida de Tropa de Elite) conduzida pelo mestre Marcão nos fez viajar pela história do cinema Nacional. Mas o que parecia uma grande festa em busca do título de Campeã do Carnaval Carioca de 2011, tornou-se um verdadeiro pesadelo!

O tão esperado carro do King Kong e o que trazia as estatuetas do Oscar® tiveram problemas para entrar na Avenida e o desfile que pode levar, no máximo, uma hora e vinte minutos, terminou com uma hora e trinta e dois, punindo a escola em, no mínimo um ponto na apuração!

Chora o meu Salgueiro, choram os Salgueirenses. Mas não podemos esquecer do brilho do desfile, da empolgação do público, dos elogios da imprensa e principalmente do nosso antigo, conhecido e respeitado lema: nem melhor, nem pior. Apenas uma Escola diferente!

Em frente meu Salgueiro, 2012 tem mais e, se Deus quiser, ainda nos veremos este ano no Desfile das Campeãs!


 Beleza está nos olhos de quem vê!

Essa frase, apesar de parecer meio clichê,é verdadeira. Quantas vezes já nos deparamos com casais formados por homens feios e mulheres bonitas e nos perguntamos: o que ela viu nele?! A beleza está mesmo nos olhos de quem vê. Aquele homem "feio" ao lado da mulher deve ser carinhoso, atencioso, amigo e companheiro e essas características são muito mais importantes do que só a beleza física. Mais vale um homem "feio" nos amando do que um bonitinho nos ignorando ou sem conteúdo que some à nossa vida! Isso vale pras mulheres também.....

Mas resolvi escrever este post não pra falar da beleza ou da "feiura" das mulheres... Algumas podem ser lindas e ter atitudes horrendas, ou ser menos bonita e se desvalorizar ainda mais! Repare que eu sempre escrevo a palavra "feio (a)" entre aspas... Não acredito que as pessoas sejam feias na aparência, apenas algumas não se cuidam!

Andando pelas ruas do centro da cidade, ou olhando as minhas vizinhas de perto, comecei a reparar como as mulheres se estragam e me perguntei "quando uma mulher se torna ridícula?" As idosas perto da minha casa tem a velha (e ridícula) mania de não vestirem sutiã. Tudo bem se você tem seios pequenos, mas quando a idade está avançada e seus atributos físicos não estão mais em dia... difícil!! Fico me perguntando como essas mulheres se sentem bem saindo assim pela rua, indo ao supermercado etc.

Beleza pra mim não está na aparência,mas em atos! Nunca me interessei por homens olhando a beleza exterior, prefiro bom humor, inteligência, carisma, carinho... Mas quando vejo essas mulheres se tratando assim penso que elas devem achar que nada mais acontecerá na vida delas, porque olhando como elas se deixam de lado me sugere que elas desistiram de viver!

Quando uma mulher se torna ridícula? Quando elas deixam de se amar!

Vamos atrasar nossos relógios, está acabando o horário de verão.
Vamos aproveitar o último pôr-do-sol à noite e o acordar de manhã, mas ainda no escuro da madrugada.

Há quem o odeie, há quem o ame, eu particularmente não tenho opinião formada. Descobri que tenho os dois sentimentos em épocas distintas: no início eu o odeio (perco uma hora do meu sono) e no final eu o amo (ganho uma hora pra dormir mais) e vejo que, até aqui, a linha que separa o ódio do amor é tênue... Quase invisível!

Mas se tem algo sobre este horário brasileiro de verão é que ele sempre começa antes do verão e termina quando a estação dos 40° está no seu auge... Coisa de brasileiro... Vai tentar entender?!

Adeus horário de verão... Até o final do ano... Mas será que poderia levar um pouquinho do calor escaldante com você? Pode deixar os dias de sol, as tardes lindas, o céu azul, a brisa refrescante, mas o calor escaldante? Ah, por favor, leve com você!

Fiquei em dúvida sobre o que escrever desta vez optei por um assunto que tem chamado a atenção de toda a imprensa do Estado do Rio de Janeiro e aos seus moradores (quem dirá do restante do Brasil e do mundo): a crise da Polícia Civil carioca e a, agora, conhecida “operação guilhotina”.

Um post mais sério, digamos assim, mas o que me levou a escrevê-lo foi o fato de eu já ter lido sobre essa operação em algum lugar, bem ante dela se tornar conhecida da sociedade. Aliás, ela somente se tornou conhecida porque suas informações “vazaram” para a imprensa. Na verdade as informações não vazam, elas apenas são jogadas no colo de algum repórter incumbido de divulgá-la. Pra quê? Geralmente para evitar que cabeças pequenas rolem sozinhas, é o famoso ditado popular: “se eu cair, te levo junto!”
Eu (e maioria da população brasileira) assisti ao filme “Tropa de Elite 2” e lá estava a história das milícias e a CPI criada para tratar da corrupção nos altos cargos políticos e de órgãos de segurança do RJ. Mas poucas pessoas das que lotaram as salas de cinema (e isso é lamentável) leram o livro “Elite da Tropa 2”. Eu li e lá está toda a história da tal “operação guilhotina”. Ficou curioso? Leia o livro e depois volte aqui!

“A Operação Guilhotina prendeu 38 pessoas, incluindo policiais civis e militares, acusados de envolvimento com milícias, traficantes e máfia dos caça-níqueis. Entre os presos, está o delegado Carlos Oliveira, que foi subchefe de Polícia Civil.”

“Os policiais presos na Operação Guilhotina, da Polícia Federal, na sexta-feira passada, serão alvos também de uma Comissão Parlamentar de Inquérito criada na Assembléia Legislativa para investigar o tráfico de armas e explosivos e o uso de armamentos pesados por traficantes de drogas e milicianos.
De acordo com o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), que presidirá a comissão, a idéia surgiu durante a investigação da CPI das Milícias, que indiciou 226 pessoas em 2008. O objetivo é investigar como as armas entram no estado e quem são os responsáveis por esse tráfico.”

Fontes: eBand e Extra On Line 

Resolvi escrever esse post depois que ouvi uma conversa entre dois rapazes no Metrô. Os dois não deveriam ter mais de 17 anos e voltavam da praia. Um deles falava que tem medo de dizer o que sente por se importar com que as pessoas poderiam pensar a respeito. O outro logo concordou dizendo que ele, por exemplo, sequer escreve no Twitter o que está pensando realmente e que sempre faz a pose de inabalável.

Em meus pensamentos comecei a rever um pouco do que eu fazia. Me escondia. Escondia meus sentimentos. Isso só me fazia mal. Passei por uma fase na qual me afastei de todas as pessoas pra superar uma perda pessoal e, quando notei, não tinha com quem conversar. Descobri nessa época (há anos luz atrás) que manter a “pose” 24 horas todos os dias cria nas pessoas ao nosso redor uma imagem de que somos inabaláveis, mas dentro de nós é que se encontra o verdadeiro caos. Foi ai que me aconselharam pela Internet: crie um blog e mesmo que ninguém o visite, pelo menos, você desabafou e, melhor, ninguém vai te julgar por ter se aliviado.

É engraçado como a gente envelhece e percebe o quanto bobo fomos um dia. A idade vai aumentando e começamos a nos sentir mais livres, a sermos mais livres. Talvez isso aconteça porque as obrigações começam a ser facultativas e os medos superados. Hoje escrevo tudo o que sinto o que penso. Talvez eu ainda não consiga falar tudo para alguém, mas eu sei que, pessoalmente já sou uma vencedora: sou capaz de expressar, mesmo que só da forma escrita, o que acontece por dentro de mim, ao meu redor...

Meu conselho aos dois amigos: pensem, sintam, expressem mesmo que pelo Twitter, Orkut, MSN, Blog tudo o que vocês sentirem necessidade de expressar. Faça de forma anônima, crie um codinome, dê a cara à tapa (eu faço isso), mas não deixem de viver!!

A vida é sua. Os sentimentos são seus. Ninguém fica ao nosso lado por obrigação, por dependência. As pessoas que estão ao nosso lado, que nos procuram pra saber como estamos que nos contam suas vitórias e suas derrotas (e querem ouvir as nossas também), essas são as pessoas com quem devemos nos importar. E mesmo assim, pode ter certeza, se você resolver desabafar, elas podem até não concordar, mas em hipótese alguma, irão te julgar!

É verão!! Oficialmente no Rio de Janeiro é verão. Eu sei que a estação do ano começou em Dezembro, mas somente agora ela parece ter chegado pra ficar, são dias de calor extremo..até mesmo na sombra!!

Depois de muito tempo, finalmente, pude aproveitar o que a minha cidade maravilhosa tem pra me oferecer: o Sol. Em apenas dois dias, sem abusar, tirei aquela cor cadavérica que eu ostentava há 1 ano e já posso dizer que estou bronzeada!! E não é somente a cor da pele que mudou, o sol também elevou minha autoestima e renovou minhas energias. Há muito tempo não me sinto tão bem disposta como me sinto agora.

Eu não costumava gostar de ficar ao sol, talvez pelo fato de eu ter sido uma adolescente muito gordinha e super introvertida (não que isso tenha mudado radicalmente), mas com a idade você vai se aceitando e passa a viver mais a sua vida sem se preocupar com a opinião alheia ou com o modelo de estética exigido pela sociedade.

Hoje, aos 31 anos, me sinto muito mais a vontade com meu corpo do que quando tinha 16. Coloco meu biquini, passo meu bronzeador e vou a luta. Não me exponho muito ao sol (sou naturalmente branquela), mas fico tempo suficiente para me sentir melhor, mais leve, mais feliz, mais disposta, mais confiante em mim mesma.

Aos que puderem e tiverem um tempinho: corram para o sol, seja numa piscina de plástico, na laje de casa, no piscinão ou na praia. SOL. Às vezes é isso que está faltando na sua vida!! Energize-se...é de graça!!

Todos nós estamos acompanhando as noticias sobre as centenas de mortes provocadas pelas chuvas na região serrana do Rio de Janeiro. Em meio a tanta desgraça e tristeza, vimos cenas impressionantes que nos mostram como o set humano ainda é bom!
Existem aqueles céticos que teimam em afirmar que o mundo não tem mais jeito, que o egoísmo tomou conta de todas as pessoas e que Deus nos esqueceu. Porém, os milhares de voluntários de todo o país prova o contrário: ainda existe bondade em nossos corações.
É impossível não nos comovermos com as pessoas que doam o que podem, mesmo que seja somente o seu tempo, para ajudar aqueles que não os conhecem, simplesmente porque querem ajudá-los a reconstruir suas vidas. Neste momento me vem à lembrança daquele famoso ditado popular: há males que vem para bem! E isso é verdade.
Em meio ao desastre torna-se gratificante vivenciar que o ser humano ainda crê na cooperação, na bondade e na união! Vamos pensar num mundo melhor, pois, agora eu sei, mais do que nunca, o bem sempre vence o mal, não importa como ele se manifeste os homens sempre estarão lá pra ajudar a vida a se reconstruir!
 
 

As últimas coisas de 2010

A última cor de esmalte que estou usando: nas mãos Correta da Ludurana e nos pés Via Láctea da Colorama. Isso porque quero tranquilidade,paz e amor em 2011. O último filme que vi nos cinemas foi o suspense de ação/drama do (lindo) Russel Crowe - 72 Horas (que eu recomendo!). Agora só volto a blogar no ano que vem e deixo aqui meu desejo para toda a humanidade: saúde, sabedoria, paz, prosperidade e dinheiro. Feliz Ano Novo à todos, especialmente à você que está lendo este meu último post agora!! Bjs da Nani!!

 
 

Se você quer paz,prepare-se para a guerra!

 Meu momento mocinha!!!

Em meio a muitas turbulências pessoais, permito-me a ter um momento de mocinha pelo menos uma vez ao dia, e hoje foi a vez de fazer as unhas das mãos. Ultimamente tenho ido ao salão pelo menos uma vez na semana para cuidar das mãos e dos pés, mas nesta semana poderei fazer em casa mesmo porque ainda está tudo sob controle com as cutículas, unhas e etc. Sendo assim, fui até o meu baú de tesouros (esmaltes!) e escolhi uma cor que pudesse levantar o meu astral. A cor da semana nas minhas mãos é "Noite Quente" da Colorama. Unhas curtas, pontinhas arredondadas e duas camadas deste esmalte. Perfeito!!! Não precisei nem finalizar com brilho. Apesar de ser cremoso, o esmalte não tem efeito fosco e deixa um leve brilho na cor. A foto que eu postei aqui não é da minha mão, mas serve de ilustração!! Experimentem, meninas!

Noite Quente

Já nos meus pés, a cor escolhida foi a "Astral" da Risquè.

Astral

 
 

Nunca perca seu valor!

Um famoso palestrante começou um seminário numa sala com 200 pessoas, segurando uma nota de R$100,00.
Ele perguntou: “Quem de vocês quer esta nota de R$100,00” ?
Todos ergueram a mão…
Então ele disse: “Darei esta nota a um de vocês esta noite, mas, primeiro,deixem-me fazer isto…”
Então, ele amassou totalmente a nota.
E perguntou outra vez: “Quem ainda quer esta nota?”
E continuou: “E se eu fizer isso…” Deixou a nota cair ao chão, começou a pisá-la e esfregá-la.
Depois, pegou a nota, agora já imunda e amassada e perguntou: “E agora?… “Quem ainda vai querer esta nota de R$100,00”?
Todas as mãos voltaram a se erguer.
O palestrante voltou-se para a platéia e disse que lhes explicaria o seguinte:

“Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês continuarão a querer esta nota, porque ela não perde o valor.
Esta situação também acontece conosco…
Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos nos sentindo sem importância.
Mas, não importa, jamais perderemos o nosso valor. Sujos ou limpos, amassados ou inteiros, magros ou gordos, altos ou baixos, nada disso importa !
Nada disso altera a importância que temos !
O preço de nossas vidas, não é pelo que aparentamos ser, mas, pelo que fizemos e sabemos!”

Créditos:  La Vie en Rose

 
 

Veneza é aqui... pena que ela não é bonita!

Ontem, pela primeira vez, vi com meus próprios olhos algo que somente tinha visto pela televisão ou pelos jornais. Enquanto tentava voltar para casa de Metro, durante a “parada estratégica” entre São Cristóvão e Central, olhei pela janela do vagão e vi ruas que mais pareciam um rio. Um Bombeiro levava um bote salva vidas para buscar alguém que estivesse ilhado em algum ponto entre a Praça da Bandeira (totalmente submersa) e o Maracanã (transformado em um rio com fortes correntezas). Mas a cena que mais me chamou a atenção foi a de um ônibus totalmente em baixo d’água!

Parece que qualquer chuva transforma o Rio de Janeiro num verdadeiro caos do trânsito, mas em dias como o de ontem, onde a chuva de um mês inteiro resolve cair em um único dia, a cidade se transforma em uma espécie de Veneza Brasileira... Pena que não temos o mesmo charme e glamour da original. Ao contrário, aqui as gôndolas são os botes dos Bombeiros e os passageiros de lá são as pessoas ilhadas e assustadas daqui!

Hoje a cidade ainda sofre com a chuva que teima em cair sem parar. O Governo Estadual e Municipal decretaram estado de emergência por todo o Rio, dando ponto facultativo em todas as instituições e aconselhando que os cariocas não saiam de casa nem mesmo para trabalhar!

Vamos ver até quando agüentamos ver a nossa linda cidade se transformando num verdadeiro rio de lama e lixo enquanto todas as obras em andamento têm uma só finalidade: Copa do Mundo de 2014.

 
 

Feliz Páscoa Amiguinhos!

 
 

Sob a luz da escuridão!

Foram exatas 21 horas na escuridão e nenhum sinal de sair nas estatísticas dos jornais.

  Em pleno Rio 50° deste verão que mais me lembra um deserto,tive a terrível experiência de ficar sem enrgia elétrica no último dia 09 de Fevereiro. O mais inacreditável foi perceber que,apesar das reclamações e telefonemas diversos para a Light,não importava a hora que você ligasse,o prazo de conserto era o mesmo para qualquer um: cinco horas para o reparo. Só não sabíamos a partir de que momento deveríamos começar a contar essas tais cinco horas!
  Foi preciso os moradores da minha rua chamarem a Rádio Tupi para que dois carros da Light resolvessem dar o ar da graça,mas foi só isso que eles fizeram mesmo...deram o ar da graça. Eram dois carros enormes e,mesmo assim,tiveram a capacidade de alegarem que somente poderiam fazer pequenos reparos. Enquanto isso o povo sofria no calor escaldante,o comércio começava a jogar seus produtos perecíveis fora e as horas pareciam não ter fim.
  Pasmem,a causa do apagão não foi uma queda de árvore,roubo de cabos elétricos,nem mesmo uma chuva forte (faz tempo que eu não sei o que é chuva)....a causa foi a mais antiga de todas: falta de manutenção!
  Presenciando situações assim eu me pergunto: será mesmo que estamos avançando economicamente? Tecnologicamente? Será mesmo que teremos condições de sediar uma Copa do Mundo e uma Olimpíada sem fazer com que o povo fique de lado?
  Seria tão melhor arrumarmos primeiro a nossa casa para que depois pudéssemos receber as visitas,não é mesmo? Mas,como sempre,os governantes foram com muita sede ao pote e,no final, quem morre de sede somos nós!

 
 

Como assim a primeira do ano?!

  Às vezes me espanto como os brasileiros já se acostumaram a realidade violenta do nosso país. Ontem enquanto eu pulava de canal em canal procurando o que ver (o calor insuportável só me deixou dormir quase de madrugada) me surpreendi com a seguinte manchete no canal Band News: “Primeira grande chacina do ano em São Paulo”. Como assim? Primeira? Existe um número específico de ocorrências durante o ano?
  A nossa capacidade de contabilizar e se acomodar com as tragédias é mais triste e desapontadora que as tragédias em si! Como podemos saber de uma chacina e taxar como a primeira do ano? Como podemos ver a tragédia de Angra e dizer que foi igual a outra? Quando será que iremos fazer algo pra mudar essa rotina e não deixar acontecer de novo?
  O que eu mais desejo pros brasileiros em 2010 é que esse  comodismo se extermine de vez e que o povo comece a reagir de cabeça erguida, sem medo de enfrentar quem quer que seja! E que os jornalistas não passem a enumerar tais situações! Isso é um verdadeiro absurdo!

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]