Ai vem aquele ventinho....

Aquele ventinho que anuncia que uma chuva está por vir e eu aqui, sentada vendo as cortinas balançando, sentindo a brisa entrar pela janela e ouvindo o som do vento que faz, lá fora, as folhas voarem!
E então me vem aquele pensamento que diz que tudo ficará bem, gosto da chuva, gosto de sentir o vento, gosto do anúncio do tempo que está prestes a mudar e já mudou...
A vida é sempre assim: quando pensamos que está tudo bem, chega uma tormenta que nos deixa triste. Mas logo reaparece o sol e tenta nos iluminar outra vez. Mas como as coisas não mudam de um segundo pro outro quando se trata do coração, depois do sol fraco vem esse vento...
Ele me acalma, leva embora a poeira que tentava me encobrir e, mesmo incerto, me traz a sensação de que as tristezas, mágoas e angústias estão voando pra longe, clareando o meu caminho em direção... à você!

Adeus!!

Vou pedir a Deus que à cada lágrima que eu derrame seja um pedaço de você que sai de mim!

Desejo que você alcance todos os seus objetivos pessoais e que algum dia você perceba que não é errado gostar de alguém. Fiquei ao seu lado sempre, mesmo sem você me pedir.Te apoiei nas horas que você se viu só, mesmo que estar ao seu lado naquela hora me fizesse mal. Me prejudiquei por você,mas nunca te cobrei nada além de carinho e atenção! A única expecattiva que criei foi que você fosse sincero, mas no fundo você revelou o que mais temia: foi tudo um jogo!

Lembro quando te conheci que você dizia me contar coisas que não falava com mais ninguém, acreditei nisso e em tantas outras coisas. Mais uma vez me iludi com alguém,mas ninguém me tocou tanto quanto você!

Dou àdeus a tudo, mesmo ainda gostando de você! Dou àdeus a amizade também porque você a traiu no momento que fez pouco caso dos meus sentimentos. Eu poderia aguentar muitas coisas, mas não o seu desdenho!

Ame alguém de verdade um dia pra saber como é a sensação. Saiba que já foi amado e muito, mas nunca deu valor!

Te amo, amo mesmo. De um jeito que eu acho que nunca vou amar de novo. Aliás, acho não, tenho certeza!

 O cara diz que te ama, então tá! Ele te ama. Assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de quilômetros.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida,
que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,
que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você quando for preciso.
Ser amado é ver que ele(a) lembra de coisas que você contou dois anos atrás,
e vê-lo(a) tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ele(a) fica triste
quando você está triste, e como sorri com delicadeza quando diz que você está
fazendo uma tempestade em copo d’água.
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa
em munição na hora da discussão.
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que
tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum
se sustenta muito tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.
Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!
Pulando de canal em canal, encontrei na HBO um documentário que prendeu a minha atenção até o final: Sem-Teto: As Crianças de Orange County (Homeless The Motel Kids of Orange County). Na produção é mostrada a história das pessoas que são obrigadas a viverem em Motéis na região próxima a Disneylândia. O contraste entre o parque de diversões mais famoso do mundo e a precariedade de moradia de seus vizinhos (muitos funcionários do próprio parque) mistura-se à tristeza, rebeldia e pobreza que ronda a vida de centenas de crianças que não tem pra onde ir, onde estudar e, se quer, o que esperar do futuro! Recomendo à todos que assitam e para mostrar que eu falo a verdade, coloco aqui um vídeo do documentário!

FICHA TÉCNICAGênero: Documentário Ano: 2010 Nome Original: Homeless: The Motel Kids Of Orange County Elenco: Alexandra Pelosi Classificação: maiores de 14 anos Duração: 70 minutos

 
 

Finalmente descobri...

Detesto falsos moralistas que teimam em ser algo que jamais serão. Seja você mesmo, aceite que também tem [muitos] defeitos e foque na sua própria vida. Para ser julgado não é necessário julgar, então do que adianta posar de santo quando você não é? Pra que estudar se a ignorância faz parte de você? Detesto pessoas com discursos prontos, cultos na linguagem e vazios de conteúdo. As máscaras caem e as de algumas pessoas caiu no momento em que eu as conheci! Falsidade, falso moralismo, falso puritanismo... descobri os tipos de pessoas que não suporto nesse mundo!

 
 

Uma noite que tinha tudo pra dar certo, até que o King Kong apareceu!!

Se tem uma coisa que eu não abro mão de fazer no Carnaval é ver a minha Acadêmicos do Salgueiro desfilar, cresci fazendo isso e planejo continuar até morrer, literalmente! Ontem à noite não foi diferente.

Por quase uma hora me deslumbrei com aminha Escola na Avenida do Samba, o desfile perfeito, as fantasias mais leves (nem por isso menos luxuosa) e os carros alegóricos gigantescos, aliás, ai começou o nosso problema. Todos esperavam o tão falado carro do King Kong no relógio da Central do Brasil, mas quando chegou a hora dele entrar em cena: emperrou!

“O Rio no Cinema” cantado brilhantemente pelo querido intérprete Quinho e levado pela Furiosa bateria (este ano vestida de Tropa de Elite) conduzida pelo mestre Marcão nos fez viajar pela história do cinema Nacional. Mas o que parecia uma grande festa em busca do título de Campeã do Carnaval Carioca de 2011, tornou-se um verdadeiro pesadelo!

O tão esperado carro do King Kong e o que trazia as estatuetas do Oscar® tiveram problemas para entrar na Avenida e o desfile que pode levar, no máximo, uma hora e vinte minutos, terminou com uma hora e trinta e dois, punindo a escola em, no mínimo um ponto na apuração!

Chora o meu Salgueiro, choram os Salgueirenses. Mas não podemos esquecer do brilho do desfile, da empolgação do público, dos elogios da imprensa e principalmente do nosso antigo, conhecido e respeitado lema: nem melhor, nem pior. Apenas uma Escola diferente!

Em frente meu Salgueiro, 2012 tem mais e, se Deus quiser, ainda nos veremos este ano no Desfile das Campeãs!


 Beleza está nos olhos de quem vê!

Essa frase, apesar de parecer meio clichê,é verdadeira. Quantas vezes já nos deparamos com casais formados por homens feios e mulheres bonitas e nos perguntamos: o que ela viu nele?! A beleza está mesmo nos olhos de quem vê. Aquele homem "feio" ao lado da mulher deve ser carinhoso, atencioso, amigo e companheiro e essas características são muito mais importantes do que só a beleza física. Mais vale um homem "feio" nos amando do que um bonitinho nos ignorando ou sem conteúdo que some à nossa vida! Isso vale pras mulheres também.....

Mas resolvi escrever este post não pra falar da beleza ou da "feiura" das mulheres... Algumas podem ser lindas e ter atitudes horrendas, ou ser menos bonita e se desvalorizar ainda mais! Repare que eu sempre escrevo a palavra "feio (a)" entre aspas... Não acredito que as pessoas sejam feias na aparência, apenas algumas não se cuidam!

Andando pelas ruas do centro da cidade, ou olhando as minhas vizinhas de perto, comecei a reparar como as mulheres se estragam e me perguntei "quando uma mulher se torna ridícula?" As idosas perto da minha casa tem a velha (e ridícula) mania de não vestirem sutiã. Tudo bem se você tem seios pequenos, mas quando a idade está avançada e seus atributos físicos não estão mais em dia... difícil!! Fico me perguntando como essas mulheres se sentem bem saindo assim pela rua, indo ao supermercado etc.

Beleza pra mim não está na aparência,mas em atos! Nunca me interessei por homens olhando a beleza exterior, prefiro bom humor, inteligência, carisma, carinho... Mas quando vejo essas mulheres se tratando assim penso que elas devem achar que nada mais acontecerá na vida delas, porque olhando como elas se deixam de lado me sugere que elas desistiram de viver!

Quando uma mulher se torna ridícula? Quando elas deixam de se amar!

 
 

Já dizia a minha avó: mentira tem pernas curtas!!

Mas se isso é verdade [mais do que provada] por que as pessoas continuam a mentir?
Eu sei que isso deve fazer parte do ser humano, contar uma mentirinha aqui e outra ali,mas quando essa nossa “peculiaridade” prejudica alguém é sinal de que quem mentiu não é uma boa pessoa!

E eu não falo aqui em prejudicar de uma forma material ou física, nós temos o costume de esquecer que as grandes dores e cicatrizes ficam em nossos sentimentos, em nossas almas!
Ainda tentamos nos defender dizendo que “não mentimos, apenas ocultamos” o que na verdade é como trocar meia-dúzia por seis!

Detesto saber da verdade por outras pessoas, detesto mais ainda saber que através de uma pequena mentira é revelado o verdadeiro caráter de alguém em quem eu confiei tantas coisas particulares. Assim já me desiludi com muitas pessoas as quais só passei a desprezar...

Agora me parece que esta situação está por acontecer novamente... e se acontecer de fato, será da pessoa que eu menos esperava que isso fosse possível! Mas não é isso o que dizem sempre: a decepção vem de onde menos esperamos!!

Vamos atrasar nossos relógios, está acabando o horário de verão.
Vamos aproveitar o último pôr-do-sol à noite e o acordar de manhã, mas ainda no escuro da madrugada.

Há quem o odeie, há quem o ame, eu particularmente não tenho opinião formada. Descobri que tenho os dois sentimentos em épocas distintas: no início eu o odeio (perco uma hora do meu sono) e no final eu o amo (ganho uma hora pra dormir mais) e vejo que, até aqui, a linha que separa o ódio do amor é tênue... Quase invisível!

Mas se tem algo sobre este horário brasileiro de verão é que ele sempre começa antes do verão e termina quando a estação dos 40° está no seu auge... Coisa de brasileiro... Vai tentar entender?!

Adeus horário de verão... Até o final do ano... Mas será que poderia levar um pouquinho do calor escaldante com você? Pode deixar os dias de sol, as tardes lindas, o céu azul, a brisa refrescante, mas o calor escaldante? Ah, por favor, leve com você!

Fiquei em dúvida sobre o que escrever desta vez optei por um assunto que tem chamado a atenção de toda a imprensa do Estado do Rio de Janeiro e aos seus moradores (quem dirá do restante do Brasil e do mundo): a crise da Polícia Civil carioca e a, agora, conhecida “operação guilhotina”.

Um post mais sério, digamos assim, mas o que me levou a escrevê-lo foi o fato de eu já ter lido sobre essa operação em algum lugar, bem ante dela se tornar conhecida da sociedade. Aliás, ela somente se tornou conhecida porque suas informações “vazaram” para a imprensa. Na verdade as informações não vazam, elas apenas são jogadas no colo de algum repórter incumbido de divulgá-la. Pra quê? Geralmente para evitar que cabeças pequenas rolem sozinhas, é o famoso ditado popular: “se eu cair, te levo junto!”
Eu (e maioria da população brasileira) assisti ao filme “Tropa de Elite 2” e lá estava a história das milícias e a CPI criada para tratar da corrupção nos altos cargos políticos e de órgãos de segurança do RJ. Mas poucas pessoas das que lotaram as salas de cinema (e isso é lamentável) leram o livro “Elite da Tropa 2”. Eu li e lá está toda a história da tal “operação guilhotina”. Ficou curioso? Leia o livro e depois volte aqui!

“A Operação Guilhotina prendeu 38 pessoas, incluindo policiais civis e militares, acusados de envolvimento com milícias, traficantes e máfia dos caça-níqueis. Entre os presos, está o delegado Carlos Oliveira, que foi subchefe de Polícia Civil.”

“Os policiais presos na Operação Guilhotina, da Polícia Federal, na sexta-feira passada, serão alvos também de uma Comissão Parlamentar de Inquérito criada na Assembléia Legislativa para investigar o tráfico de armas e explosivos e o uso de armamentos pesados por traficantes de drogas e milicianos.
De acordo com o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), que presidirá a comissão, a idéia surgiu durante a investigação da CPI das Milícias, que indiciou 226 pessoas em 2008. O objetivo é investigar como as armas entram no estado e quem são os responsáveis por esse tráfico.”

Fontes: eBand e Extra On Line 

Resolvi escrever esse post depois que ouvi uma conversa entre dois rapazes no Metrô. Os dois não deveriam ter mais de 17 anos e voltavam da praia. Um deles falava que tem medo de dizer o que sente por se importar com que as pessoas poderiam pensar a respeito. O outro logo concordou dizendo que ele, por exemplo, sequer escreve no Twitter o que está pensando realmente e que sempre faz a pose de inabalável.

Em meus pensamentos comecei a rever um pouco do que eu fazia. Me escondia. Escondia meus sentimentos. Isso só me fazia mal. Passei por uma fase na qual me afastei de todas as pessoas pra superar uma perda pessoal e, quando notei, não tinha com quem conversar. Descobri nessa época (há anos luz atrás) que manter a “pose” 24 horas todos os dias cria nas pessoas ao nosso redor uma imagem de que somos inabaláveis, mas dentro de nós é que se encontra o verdadeiro caos. Foi ai que me aconselharam pela Internet: crie um blog e mesmo que ninguém o visite, pelo menos, você desabafou e, melhor, ninguém vai te julgar por ter se aliviado.

É engraçado como a gente envelhece e percebe o quanto bobo fomos um dia. A idade vai aumentando e começamos a nos sentir mais livres, a sermos mais livres. Talvez isso aconteça porque as obrigações começam a ser facultativas e os medos superados. Hoje escrevo tudo o que sinto o que penso. Talvez eu ainda não consiga falar tudo para alguém, mas eu sei que, pessoalmente já sou uma vencedora: sou capaz de expressar, mesmo que só da forma escrita, o que acontece por dentro de mim, ao meu redor...

Meu conselho aos dois amigos: pensem, sintam, expressem mesmo que pelo Twitter, Orkut, MSN, Blog tudo o que vocês sentirem necessidade de expressar. Faça de forma anônima, crie um codinome, dê a cara à tapa (eu faço isso), mas não deixem de viver!!

A vida é sua. Os sentimentos são seus. Ninguém fica ao nosso lado por obrigação, por dependência. As pessoas que estão ao nosso lado, que nos procuram pra saber como estamos que nos contam suas vitórias e suas derrotas (e querem ouvir as nossas também), essas são as pessoas com quem devemos nos importar. E mesmo assim, pode ter certeza, se você resolver desabafar, elas podem até não concordar, mas em hipótese alguma, irão te julgar!

É verão!! Oficialmente no Rio de Janeiro é verão. Eu sei que a estação do ano começou em Dezembro, mas somente agora ela parece ter chegado pra ficar, são dias de calor extremo..até mesmo na sombra!!

Depois de muito tempo, finalmente, pude aproveitar o que a minha cidade maravilhosa tem pra me oferecer: o Sol. Em apenas dois dias, sem abusar, tirei aquela cor cadavérica que eu ostentava há 1 ano e já posso dizer que estou bronzeada!! E não é somente a cor da pele que mudou, o sol também elevou minha autoestima e renovou minhas energias. Há muito tempo não me sinto tão bem disposta como me sinto agora.

Eu não costumava gostar de ficar ao sol, talvez pelo fato de eu ter sido uma adolescente muito gordinha e super introvertida (não que isso tenha mudado radicalmente), mas com a idade você vai se aceitando e passa a viver mais a sua vida sem se preocupar com a opinião alheia ou com o modelo de estética exigido pela sociedade.

Hoje, aos 31 anos, me sinto muito mais a vontade com meu corpo do que quando tinha 16. Coloco meu biquini, passo meu bronzeador e vou a luta. Não me exponho muito ao sol (sou naturalmente branquela), mas fico tempo suficiente para me sentir melhor, mais leve, mais feliz, mais disposta, mais confiante em mim mesma.

Aos que puderem e tiverem um tempinho: corram para o sol, seja numa piscina de plástico, na laje de casa, no piscinão ou na praia. SOL. Às vezes é isso que está faltando na sua vida!! Energize-se...é de graça!!

Todos nós estamos acompanhando as noticias sobre as centenas de mortes provocadas pelas chuvas na região serrana do Rio de Janeiro. Em meio a tanta desgraça e tristeza, vimos cenas impressionantes que nos mostram como o set humano ainda é bom!
Existem aqueles céticos que teimam em afirmar que o mundo não tem mais jeito, que o egoísmo tomou conta de todas as pessoas e que Deus nos esqueceu. Porém, os milhares de voluntários de todo o país prova o contrário: ainda existe bondade em nossos corações.
É impossível não nos comovermos com as pessoas que doam o que podem, mesmo que seja somente o seu tempo, para ajudar aqueles que não os conhecem, simplesmente porque querem ajudá-los a reconstruir suas vidas. Neste momento me vem à lembrança daquele famoso ditado popular: há males que vem para bem! E isso é verdade.
Em meio ao desastre torna-se gratificante vivenciar que o ser humano ainda crê na cooperação, na bondade e na união! Vamos pensar num mundo melhor, pois, agora eu sei, mais do que nunca, o bem sempre vence o mal, não importa como ele se manifeste os homens sempre estarão lá pra ajudar a vida a se reconstruir!
 
 

Fogo de Artifício

Você já se sentiu como um saco plástico
Flutuando pelo vento
Querendo começar de novo?

Você já se sentiu frágil
Como um castelo de cartas
A um sopro de desmoronar?

Você já se sentiu enterrado
Gritando sob sete palmos
Mas ninguém parece ouvir nada?

Você sabe que ainda há uma chance para você?
Porque há uma faísca em você

Você só tem que acendê-la
E deixá-la brilhar
Apenas domine a noite
Como o dia da independência

Porque baby, você é um fogo de artifício
Vá em frente, mostre o que você vale
Faça-os fazer "oh, oh, oh"
Enquanto você é atirado pelo céu

Baby, você é um fogo de artifício
Vamos, deixe suas cores explodirem
Faça-os fazer "oh oh oh"
Você vai deixá-los todos surpresos

Você não tem que se sentir como um desperdício de espaço
Você é original, não pode ser substituído
Se você soubesse o que o futuro guarda
Depois de um furacão vem um arco-íris

Talvez a razão pela qual todas as portas estejam fechadas
É que você possa abrir uma que te leve para a estrada perfeita
Como um relâmpago, seu coração vai brilhar
E quando chegar a hora, você saberá

Você só tem que acender a luz
E deixá-la brilhar
Apenas domine a noite
Como o dia da independência

Porque baby, você é um fogo de artifício
Vá em frente, mostre o que você vale
Faça-os fazer "oh, oh, oh"
Enquanto você é atirado pelo céu

Baby, você é um fogo de artifício
Vamos, deixe suas cores explodirem
Faça-os fazer "oh oh oh"
Você vai deixá-los todos surpresos

Boom, boom, boom
Mais brilhante que a lua, lua, lua
Sempre esteve dentro de você, você, você
E agora é hora de deixá-lo sair

Porque baby, você é um fogo de artifício
Vá em frente, mostre o que você vale
Faça-os fazer "oh, oh, oh"
Enquanto você é atirado pelo céu

Fireworks - Kate Perry

 
 

As últimas coisas de 2010

A última cor de esmalte que estou usando: nas mãos Correta da Ludurana e nos pés Via Láctea da Colorama. Isso porque quero tranquilidade,paz e amor em 2011. O último filme que vi nos cinemas foi o suspense de ação/drama do (lindo) Russel Crowe - 72 Horas (que eu recomendo!). Agora só volto a blogar no ano que vem e deixo aqui meu desejo para toda a humanidade: saúde, sabedoria, paz, prosperidade e dinheiro. Feliz Ano Novo à todos, especialmente à você que está lendo este meu último post agora!! Bjs da Nani!!

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]